jun 27 2010

MAIS DOIS PONTOS

Postado por at 23:11 sob Uncategorized

Ainda sobre notícias não dadas. Acabei nada comentando a respeito de duas ações, particularmente. A primeira, um mandado de segurança movido em nome de diversas federações de bancários contra a FENATRACOOP – Federação Nacional dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas. Ajuizei a ação visando suspender o registro sindical concedido àquela Federação. Em essência, aquela Federação busca representar todos os trabalhadores celetistas assalariados de cooperativas. Aí entram desde as enfermeiras da Unimed, passando por caixas bancários de cooperativas de crédito e chegando a pilotos da aviação agrícola vinculados a cooperativas agrícolas. O mandado de segurança foi provido e, portanto, nulificado o ato de concessão do registro sindical. Atuei em nome de federações de bancários filiadas à CONTRAF e à CUT.

II
De outra parte, findei não comentando mais a ação movida contra o Banco do Brasil em virtude dos atos praticados por seu Diretor Jurídico. Tratava-se de ação civil pública movida em nome de Sindicatos de Bancários, a começar pelo de Brasília, e que apontava a prática de assédio moral por parte do então Diretor Jurídico do BB. A ação acabou tendo intensa repercussão porque a íntegra da petição inicial foi postada no informativo eletrônico Consultor Jurídico, a partir da sua disponibilização pelo Sindicato dos Bancários de Brasília. A ação foi extinta no primeiro grau tão logo noticiada a destituição do então Diretor Jurídico do BB. Mesmo assim, recorremos daquela sentença. Nossa atuação, naquela causa, foi em defesa dos advogados do Banco do Brasil que vinham sendo vitimados pela política de perseguição que então havia sido implantada.

35 respostas até o momento

35 Respostas em “MAIS DOIS PONTOS”

  1. Petraem 28 jun 2010 �s 07:10

    Dr. Maia , transcrevo mais uma carta contundente e perfeita do nosso amigo Bolognese ;

    FATORES HUMANOS & ATORES DESUMANOS

    Prezados senhores/sras. ministros do STF, senadores, deputados, membros do executivo federal,

    Viajando toda semana, os srs./sras. usam o transporte onde mais pesam os fatores humanos no que eles tem a ver com a segurança. Se a percepção dos senhores não ultrapassa a linha de como são bem ou mal atendidos, saibam que a complexidade e o perigo de voar, desaparecem pelo rigoroso cumprimento de protocolos operacionais, testados e aperfeiçoados ao longo do tempo e de tecnologia cada vez mais atualizada e colocada em uso. Mas isso de nada valeria se não fosse pelas pessoas, seres humanos que cumprem com suas responsabilidades assumidas, não só por serem rotineiramente testados, examinados e fiscalizados mas também…e muito mais por amor à própria vida e respeito pelas vidas dos outros. Ainda assim morre gente em acidentes aéreos? Claro, mas é verdade também que muitas dessas fatalidades são geradas a partir de salas refrigeradas e bem pregadas no chão, onde o fator humano está concentrado apenas em fazer dinheiro – ou política em interesse próprio.

    É comum quando ocorre um “quase acidente”, dizer-se que o piloto e a tripulação souberam preservar as vidas dos passageiros que estavam em suas mãos. Mas a rigor, esses profissionais estavam, embora no limite operacional, fazendo apenas o que deles se esperava. Na verdade, não é só a tripulação num caso desses, que atua na sobrevivência dessas pessoas. Todos aqueles envolvidos na atividade e que cumprem com suas obrigações, estão salvando vidas. É o papel deles, mas suas vidas e direitos dependem que outros também sejam responsáveis nos papéis que lhes cabem.

    O que quero demonstrar é que não basta um profissional estar concentrado em seu ofício, se alguém remotamente o estiver sabotando, na atividade ou quando dela se afasta. Agora pensem as sras./srs. se invertessemos os papéis: profissionais de aviação, tratando o interesse alheio da mesma maneira como vem agindo toda a máquina administrativa do país, contra os interesses de uma comunidade inteira de trabalhadores e aposentados da aviação – nós, os variguianos. Não seria moralmente condenável a negligência de trabalhadores na aviação, fazendo pouco caso de seus passageiros (pagadores de seus salários) deixando-os perecer e ainda culpando as vítimas por sua desgraça? Se as viagens das sras./srs. devem começar e acabar em segurança, porque insistem em manter o vôo dos variguianos rumo ao desastre?

    Quem não quer ser chamado à razão, dirá que não procede a comparação. Mas procede sim, por um único detalhe inerente a qualquer papel que nos caiba: A vida e os direitos daqueles que impactamos com nossos atos. O enfoque no fator humano não é só uma ferramenta otimizada para uso em atividades de alto risco como a aviação. Ele decorre do simples fato de sermos….humanos. Por sermos humanos, jamais controlamos individualmente todas as situações. Quem trabalha na aviação, pode muito bem dar conta de suas obrigações e sobreviver numa atividade perigosa. Mas continua a depender que o patrão seja honesto e pague o salário. Mais do que isso, precisa que o governo, o judiciário e o legislativo cumpram com o próprio papel na proteção dos direitos do trabalhador. E se chegar vivo à aposentadoria não pode, depois de ter atuado dentro de regulamentos, que se fossem violados poderiam até causar a morte de inocentes, ser submetido à humilhação de ter sua renda confiscada com legitimação pela “justiça”. O caso Aerus destaca a falácia que são as instituições no Brasil.

    No drama da justiça social, atuam de um lado trabalhadores sem direito a errar, sendo punidos até quando fazem a coisa certa e do outro, esses atores desumanos, que não carecem de competência, pois conhecem a lei, conhecem os direitos dos trabalhadores e aposentados Varig/Aerus, estão no poder e só não agem por má vontade e indiferença. É preciso então ir além da má vontade e da impunidade porque esta última quando prevalece, causa o grande mal que é a perda de referência dos parâmetros da justiça social.

    José Carlos Bolognese
    Comissário de Vôo aposentado
    Varig/Aerus

    ___________________________________________________________________

    Beijinhos carinhosos .

  2. Petraem 28 jun 2010 �s 08:53

    Bem que nós ( Aerus) poderíamos aprender algo com os porcos espinhos , não ?
    _____________________________

    ” A Fábula do Porco-espinho ”

    Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.

    Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.

    Por isso decidiram se afastar uns dos outros e começaram de novo a morrer congelados.

    Então precisaram fazer uma escolha: ou desapareciam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.

    Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
    Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.

    E assim sobreviveram .

    ___________________________________________________________________

    Beijinhos carinhosos .

  3. Fernandoem 28 jun 2010 �s 15:02

    Estou aqui nos minutos finais para o início do Brasil/Chile. Vi o programa da Globo colocando bossa nova com futebol e com o Menescal e uma das musas daquele som.
    Tá bem, Dunga. Todo o meu apoio. Mas quando vi o programa tive que me abrir para o grupo que produziu. Vamos então ficar no meio do caminho. Todos têm razão e vamos passar por cima de tudo e de todos, pois um mais alto valor se alevanta! A Seleção Brasileira VAI AGORA ENTRAR EM CAMPO!

  4. Petraem 28 jun 2010 �s 17:17

    Bem , agora que já está acertada a nossa partida contra a Holanda nesta sexta -feira , até lá podemos respirar aliviados .
    Cheguei a ficar com pena do Dunga , no primeiro ataque perdido do Luiz Fabiano ele começou a soltar um palavrão e aí deve ter se lembrado dos filmes ” Dunga , num dia de fúria 1 e 2 ” e colocou a mão na boca para se conter , ri muito .
    Sophie mesmo com todas as bombas , vuvuzelas e buzinas dorme o sono dos justos , ainda bem que ela é a prova de Reveillons e Copas do Mundo .

    Que tal um pouco de Bethânia do maravilhosos documentário ” Música é perfume ” ;

    http://www.youtube.com/watch?v=pOLzStTueNE&feature=related

    Beijinhos carinhosos

  5. Fernandoem 28 jun 2010 �s 17:38

    Eu fico pensando no terror que os argentinos sentem quando estão vendo que a final do Mundial pode ser uma partida Brasil-Argentina! Se eles ganharem da Alemanha vamos nos encarar de frente! E temos visto que eles têm galinhado e nossa seleção tem comido com farofa e galinha gorda o time argentino nas últimas decisões.
    Vamos torcer para que a partida decisiva , a final, seja entre o Brasil e a Argentina. Garantia de copa.

  6. Petraem 29 jun 2010 �s 08:00

    Bom dia , Dr. Maia !
    Fernando , não sei se ” los hermanos ” estão tão preocupados conosco numa final …
    Não esqueça da explicação do que é o ego : é o pequeno argentino que vive dentro de nós …
    No máximo estão tão preocupados em jogar uma final conosco do que nós estamos em jogar uma final com eles …
    Mas , eu gostaria muito de uma final destas , acho que seria a final dos sonhos de todos que gostam de futebol …( independente do resultado) …. se a vitória for nossa , melhor ainda !!!!

    Vamos ao Veríssimo do dia ?

    ” O Brasil aguçou ”

    Acho que foi o Samuel Johnson quem disse que nada aguça a mente como a perspectiva de ser enforcado . Um pensamento perfeitamente adaptável a esta fase da Copa , quando uma derrota equivale a uma execução . A proximidade da forca não signifique que o futebol melhore , mas tudo num jogo passa a ser definitivo . Nada é supérfluo , um toquinho de calcanhar bem ou mal sucedido passa a ser a diferença entre a vida e a morte . O Chile não era uma ameaça mortal para o Brasil , mas a simples possibilidade de uma eliminação por distração ou acidente aguçou o jogo da seleção . Nada de ficar fazendo a bola rodar lá atrás esperando que alguma coisa se abrisse lá na frente , como nos jogos anteriores . Principalmente contra Portugal , naquela partida que os jogadores deveriam cortar do seu currículo e os torcedores da sua memória , até recorrendo á lobotomia .
    O Brasil foi agudo desde o começo . Enquanto isso , jogar sob a sombra da forca só fez o Chile ficar nervoso . Grandes atuações da nossa dupla de área Lúcio e Juan , do Michel Bastos – que jogador ! – , do Gilberto Silva e principalmente do hiperativo Daniel Alves . Pra mim o melhor em campo .
    Brasil e Holanda lembra decisão por pênaltis . Li que alguém na Inglaterra fez uma análise de todas as cobranças de pênaltis nas últimas cinco Copas do Mundo e publicou o resultado . Embora estatísticas geralmente só comprovem a falta do que fazer do estatístico , essas talvez interessem a goleiros e técnicos nesta Copa – além de outros desocupados .
    Eis que o inglês levantou : apenas 58% de jogadores de meio-campo acertam a cobrança de pênaltis ; quanto maior a idade do jogador , menor a sua probabilidade de acertar . Mas os 71% de acertos dos velhinhos – deixa eu defender a categoria – não me parece tão ruim ; batedores canhotos convertem a falta em gol em 50% das tentativas , e jogadores destros , 69% .
    E o que nos diz respeito : de acordo com o inglês , goleiros vestindo camisa vermelha nunca defenderam um pênalti numa Copa .
    Os de camisa verde foram os que mais defenderam .
    Ontem , como se viu , o Júlio César jogou todo de verde .
    Estatísticas não significam nada , claro .
    Mas , haja o que ouver , o Júlio César não deve trocar o uniforme .

    ___________________________________________________________________

    Emendamos na coluna de Bruno Mazzeo ?

    ” Uma coluna meio assim , assim”

    Agora , a Copa começou . Para um torneio que andava mais para lá do que para cá , nada melhor do que um mata-mata para que a chapa esquentasse de vez . Quando o jogo é de vida ou morte não cabem covardias , toquinhos para o lado e falta de ousadia . Ou vai , ou racha . E me vem à mente o Campeonato Brasileiro . Como eu sinto falta dos jogos decisivos . Esse negócio de pontos corridos pode até ser mais justo ( como pregam os famosos idiotas da objetividade que Nelson Rodrigues tanto citava ) , mas quem disse que o futebol é justo ?
    Se a vida não é , por que o violeto esporte bretão há de ser ?
    Claro , cada um puxa a sardinha pro seu lado , eu mesmo puxaria para o meu quando , em 88 , o Vasco ficou em terceiro lugar mesmo tendo trecentos pontos a mais do que o campeão Bahia . Mas , ao mesmo tempo , quem lembra que o Santos de Robinho , Diego & Cia., tão merecedor daquele título , se classificou em oitavo na primeira fase ? Aproveito , então , esse embalo de oitavas e quartas de final da Copa pra pedir – mesmo que inutilmente – que o Brasileirão volte ao seu antes tradicional formato ! Nada supera um São Paulo X Flamengo no Morumbi e depois no Mário Filho ; um Grêmio X Cruzeiro no Olímpico e no Mineirão . Muito melhor do que ter que acompanhar três jogos silultâneos , com o título sendo decidido em Ipatinga . Os pontos corridos só emocionam mesmo quem luta contra o rebaixamento . E isso eu sei de carteirinha .
    Falando em rebaixamento : estariam França e Itália rebaixados para a Série B da Copa?

    Erros de arbitragem fazem parte do futebol . Desde que o samba é samba é assim .Mas quem diria que , em 2010 , com a tecnologia á flor da pele , estaríamos vendo jogos decididos por conta deles ? Em dois jogos no mesmo dia a juizada fazendo a festa , incluindo a Argentina se utilizando de la bandeira de Díos , como bem disse meu amigo Jovane Nunes ( da Cia . Melhores do Mundo ) , em sua página no Twitter . Há telão no estádio , câmeras por todos os lados , comunicadores entre árbitros , bandeirinhas e o pessoal que fica nas cabines . Então , por que o juiz , mesmo sabendo que o gato Tévez estava impedido naquele primeiro gol contra o México , continuou deixando rolar ? Para que serve afinal aquele fonezinho ? Estaria ele curtindo um som para relaxar durante toda a pressão de um jogo de Copa ? Ou vai me dizer que no fone também fica tocando uma vuvuzela ?

    Enquanto isso , mesmo de recesso , o futebol tupiniquim continua rendendo notícias , mesmo que extracampo . Peço então permissão para roubar comentário publicado no Twitter pelo hilariante @ microcontoscos : Tudo indica que , como de costume , Bruno irá pegar a penalidade máxima .

    Aproveitando o embalo da minha coluna da semana passada , a leitora Sonya Dourado me corrigiu . Pela idade , Dunga não tem TPM . Na verdade , está na Andropausa . Alex Escobar que se cuide ! Já Marcia Valéria acha que acabei – sem querer – criando um novo termo para a TPM . Que tal as mulheres agora usarem a desculpa ” Ah ! não , hoje eu tô de Dunga ? ” Afinal , de Chico ficava a sua avó .

    Brasil e Chile ? Não tive como escrever muito sobre a vitória do Brasil , mas o importante é que passamos mais uma fase . E , mais do que isso , o Kaká , finalmente soltou um palavrão . Agora dá licença , porque não dá prá interromper o carnaval no Baixo Gávea . Até porque aqui não tem wireless .

    Tá , faço mea culpa , a coluna desta semana foi meio assim, assim . Completamente de acordo com a Copa .

    ___________________________________________________________________

    Abraços e beijinhos carinhosos recheados de jogos interessantes , saúde e muita paz .

    ___________________________________________________________________

  7. Petraem 29 jun 2010 �s 09:08

    Faltou a coluna de Luiz Garcia ;

    ” A dona dos sonhos ”

    A Copa do Mundo de 1950 , no Brasil , foi a primeira desde 1938 . Tivemos mais de uma década inteira sem ela devido a outra disputa : a série de acontecimentos desagradáveis reunidos sob o rótulo de Segunda Guerra Mundial .
    De então até hoje , o planeta não deixou de tentar resolver seus conflitos pela violência das armas , mas nunca mais , se isso vale alguma coisa , a guerra tirou o futebol de campo .
    Lembro-me bem da primeira Copa do Maracanã . O estádio já nascera como o maior do mundo , mas foi inaugurado ainda na base do semi-pronto . A seleção brasileira , como a gente acabou descobrindo , também estava semipronta . Na etapa final , deu de sete na Suécia e de seis na Espanha . Para os cartolas e para os jornais , o jogo final seria a consagração do elenco , com os uruguaios fazendo discreta figuração . Deu no que deu .
    Nunca mais caímos na fantasia de que os gringos não são de nada . Esta semana, quando mais uma vez entramos na chamada reta final , não há um só brasileiro soltando foguete antes da hora – tanto nas ruas como nas páginas dos jornais e nas telas da televisão .
    Também podem conferir : mesmo com o resultado do jogo de ontem , nenhum oráculo da mídia ousou se enrolar na bandeira e sair gritando que a Copa está no papo , como aconteceu em 1950 . Todo mundo sabe que não está . Pode acontecer de ganharmos até o fim – temos time para isso – e podemos ficar no meio do caminho . Outros têm time para isso .
    O torcedor tem todo o direito de sonhar alto e confiar um tanto . Mas não é saudável nem prudente imaginar , como em 1950 , que os gringos não são de nada . O futebol ganhou todos os continentes por dois motivos . Primeiro , porque é o esporte coletivo mais lindo e emocionante que o homem soube inventar ; depois , porque pode ser assimilado por todos os povos , todas as culturas . Nenhum país , nenhum continente é dono da bola . Ela é que é dona dos sonhos de todo o mundo .

    ___________________________________________________________________

    Beijinhos carinhosos .

  8. Caio MP Cruzem 29 jun 2010 �s 14:52

    Estratégias e avanços sobre o Aerus são discutidos em Brasília

    Ter, 29 de Junho de 2010 14:39 Na manhã de ontem, 28/06, foi realizada na AGU, em Brasília, reunião que contou com a presença do Ministro da AGU, do Ministro da Previdência Social, Carlos Gabas, do Deputado Ricardo Berzoini, do Sr. Aubiérgio, liquidante do Aerus, além de Graziella Baggio e Comandante Fochesato, pelo SNA, e Celso Klafke, presidente da Fentac e do Sindicato dos Aeroviários do Rio Grande do Sul.

    Na audiência, mais uma vez os dirigentes defenderam um acordo que viesse dar uma solução rápida e definitiva para a questão do Aerus e ao passivo trabalhista que envolve todos os funcionários e os participantes do fundo. Após uma longa e difícil reunião, a AGU se prontificou em analisar alguns aspectos jurídicos que não foram analisados anteriormente e, a partir desta análise, voltará a se manifestar.

    O encontro foi bastante proveitoso. Os dirigentes saíram otimistas com a possibilidade real de um acordo. Uma nova reunião já esta agendada e todos nós estamos no aguardo de um desfecho favorável.

    Não podemos esmorecer.

    Fiquem atentos!

  9. Petraem 29 jun 2010 �s 17:57

    Caio , que notícia excelente e tranquilizadora que voce postou .
    Nos faz continuar acreditando , mais do que nunca , de que a vitória está mais próxima , e não me refiro à Copa !!!!
    Quer dizer que hoje deu Paraguai e Espanha ? Previsível e esperado no meu entender .
    Agora é só aguardar sexta-feira para o nosso Brasil e Holanda …
    Fiquem com mais alguns pedaços do documentário ” Música é perfume ” com a maravilhosa Bethânia .

    Eles são como um beijo especial de boa noite e agradecimento para Dr. Maia , Graziela e outros tantos que estão juntos nesta nossa batalha ;

    http://www.youtube.com/watch?v=rUe0yZ_r7h0

    http://www.youtube.com/watch?v=s4M67HeJLss&feature=related

    http://www.youtube.com/watch?v=2DxUaEMtBpo&feature=related

    Beijinhos carinhosos !!!!

  10. Roberto Santannaem 29 jun 2010 �s 18:49

    Que excelente notícia dada pelo Caio, dá um enorme alento a todos que esperam boas notícias. Dr. Maia, saúde!

  11. paizoteem 29 jun 2010 �s 18:52

    Estratégias e avanços sobre o Aerus ????

    Quais estratégias???

    Que avanços???

    Ainda não houve nenhuma mudança, eu pelo menos nao identifiquei…ou
    houve??

  12. Petraem 29 jun 2010 �s 19:09

    Dr. Maia , achei estranho o seu nome não constar na reunião havida ontem pela manhã na AGU .
    Mais ainda sabendo que dúvidas jurídicas importantes seriam levantadas .

    Beijinhos carinhosos .

  13. Felippelloem 29 jun 2010 �s 22:10

    A noticia postada pelo Caio demonstra que, pelo menos alguém não desistiu de batalhar pelo acordo e que isso é mais importante que a seleção brasileira e a copa do mundo. Desde 1970 não torço pela seleção e quero mais é que ela se exploda.
    Os governos sempre usaram a seleção como propaganda enganosa e para esconder suas mazelas. Infelizmente o povo se vende por pouco e esquecem que em 1970, enquanto se cantava pra frente Brasil, nas masmorras do exército brasileiros inocentes eram torturados e mortos na luta pela liberdade. Os verdadeiros culpados estão ai recebendo pensões e cargos do governo.
    Você já ouviu algum jogador, em todos os tempos, levantar a voz para cobrar dos governantes saúde, educação e os direitos constitucionais? Claro que não, estão lá pensando exclusivamente em aumentar seu patrimônio e na bolada que ainda irão ganhar se forem campeões. Mas irão perder para o País voltar a funcionar.

  14. Peterem 30 jun 2010 �s 00:48

    Felippello, você merece aplausos! Vejo que nem tudo está perdido por existirem ainda pessoas como você.

  15. Ivanem 30 jun 2010 �s 05:25

    Concordo em gênero número e grau com o que escreveu o Felippello.
    Abçs calorosos ……

  16. Petraem 30 jun 2010 �s 07:46

    Bom dia , Dr. Maia !
    Vamos ao Veríssimo do dia ?

    ” O homem surpresa ”

    O Bayern de Munique comprou Lúcio do Bayer Leverkusen em 2004 . Lúcio jogou cinco anos em Munique , até o Bayern decidir dispensá-lo , como parte da renovação da sua equipe . Lúcio estava chegando na idade em que os zagueiros normalmente entramem declínio , perdem o reflexo e a elasticidade e não conseguem mais enfrentar atacantes jovens . Lúcio não servia mais para o Bayern e , implicitamente , não servia mais para o futebol . Abandonou a carreira e voltou para o Brasil , onde se tornou pastor e gosta de reunir os amigos para lembrar os bons tempos em que … Espere um pouquinho . Não foi nada disso . Esta seria a história segundo as previsões do Bayern . Nem Lúcio abandonou o futebol , nem o futebol abandonou o Lúcio , como sabe quem acompanha os dois times em que ele ainda joga , o Internazionale de Milão , multicampeão na Europa , e a seleção brasileira , em que ele é titular desde 2000. O erro do Bayern de Munique foi achar que Lúcio era um jogador normal . Em vez de declinar , ele melhorou . Parece ter chegado ao auge nesta Copa . ( Parênteses nada a ver : sempre achei ” Auge ” um bom nome para hotel de luxo . Daqueles com um almirante na porta e tapete vermelho até a calçada . Ao ” Auge ” só se chega de limusine branca . Fecha parênteses ) . Ele e Juan formam a melhor dupla de área que a seleção teve nos últimos tempos . Olha , vou até arriscar : de todos os tempos . E , porque tem uma voracidade pelo jogo que talvez explique sua perenidade , gosta de invadir o campo adversário com a bola dominada , como o que nós do ramo chamamos de ” homem surpresa ” , o cara que confunde a defesa adversária e escapa da marcação porque não deveria estar ali . Desde que o Bayern de Munique se confundiu com ele o Lúcio tem sido o homem surpresa do futebol mundial .
    Com as torcidas se fantasiando e se pintando cada vez mais para aparecer na TV , tem-se visto cenas insólitas , como a de gueixas e samurais desconsolados , com a pintura escorendo junto com as lágrimas , chorando a derrota do Japão para o Paraguai nos pênaltis , ontem . ( Que por sinal , reforçou a estatísticas que eu mencionei , da sorte de goleiros vestindo verde nas cobranças de pênaltis …) . E com a vitória do Paraguai , continua intacto e majoritário o bloco sul-americano que enfrentará os sobreviventes da Velha Europa e da Nova África nas quartas de final . Já no jogo Espanha e Portugal , duas de quatro estrelas que iriam brilhar nesta copa , Xavi e Iniesta , se destacaram , e duas , Cristiano Ronaldo e Fernando Torres , desapareceram . Com a diferença que o Torres ainda pode se reabilitar .

    ___________________________________________________________________

    Abraços e beijinhos carinhosos recheados de muita saúde , carinho , muito nevoeiro , trabalho e paz .

  17. Brunoem 30 jun 2010 �s 07:50

    Essa reunião na AGU com a presença do deputado Berzoine, é sinal de que virão boas novas. Êle tem trânsito livre com o Lula, com a Dilma, e também administra as crises dentro do partido. Tenho a impressão que ele foi para a reunião ,com o recado ( O homem mandou resolver ). Será que é delirio meu????
    Guenta coração.

  18. carlos irmãoem 30 jun 2010 �s 09:42

    Matéria do Jornal Valor Econômico
    Assunto: Jornal Valor 24Jun

    Indenização da Varig

    A indefinição jurídica da antiga Varig – atual Flex – tem levado advogados de trabalhadores e a própria União a buscar alternativas para garantir o que têm a receber, antes de uma possível falência da companhia. A esperança e a estratégia dos credores estão focadas numa possível vitória da Varig no julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) da ação judicial pela qual busca uma indenização da União estimada em alguns bilhões.

    A empresa cobra da União os prejuízos que teria sofrido em razão do congelamento das tarifas aéreas, entre 1985 e 1991, determinado pelo Plano Cruzado. O processo chegou ao Supremo no fim de 2007, mas ainda não foi julgado. Apesar disso, já contabiliza 35 penhoras no rosto dos autos. O que significa que esses credores pediram a reserva do dinheiro – caso a Varig ganhe a ação – a que têm direito. A medida pode ser usada quando o credor tem reconhecido, por decisão judicial irrecorrível, o seu direito. Nesse caso, se a Varig ganhar a indenização, quem já fez o pedido de penhora terá prioridade para receber. A preferência só deixa de existir se a Varig falir. Nesse caso, passam a valer as regras de prioridade da legislação falimentar – com os trabalhadores em primeiro lugar (até 150 salários mínimos), seguido por aqueles que têm a chamada garantia real (normalmente os bancos) e por último os credores quirografários (fornecedores).

    Das solicitações, 29 são de trabalhadores que já ganharam ações contra a Varig na Justiça do Trabalho, principalmente de São Paulo e Distrito Federal. As demais são da União e de Fazendas estaduais. Um dos primeiros pedidos ocorreu em 2008, efetuado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Pelo instrumento, o INSS tenta assegurar prioridade no pagamento de aproximadamente R$ 52 milhões conferidos por uma ação de execução fiscal contra a empresa – segundo informação do andamento processual fornecida pelo site do Supremo.

    “A penhora no rosto dos autos é uma forma de carimbar o dinheiro”, afirma o advogado Carlos Duque Estrada que já obteve a penhora para 28 ex-trabalhadores da companhia que têm decisões já encerradas na Justiça do Trabalho. Duque afirma que possui pedidos que variam de R$ 30 mil a R$ 400 mil e totalizam R$ 500 milhões. Segundo o advogado, a dívida trabalhista total da antiga Varig corresponderia a cerca de R$ 1,5 bilhão. “Se não fizermos isso, o trabalhador vai ficar sem receber novamente”, afirma.

    O advogado responsável pelo processo da antiga Varig no Supremo, Arnoldo Wald Filho, do escritório Wald Associados, afirma que ainda não há previsão de julgamento. Mas que isso pode acontecer no segundo semestre. Segundo ele, no caso de uma vitória, esse seria o ativo mais importante da companhia aérea. No ano passado, foram realizadas algumas tentativas de acordo entre a União, representada pela Advocacia-Geral da União (AGU), e a Varig que não tiveram sucesso. Em razão dessa negociação, o andamento do processo ficou suspenso entre março e setembro do ano passado. Com o revés nas tentativas, os credores esperam que a relatora do caso, ministra Carmen Lúcia, não demore mais para levar o seu voto ao Plenário da Corte. A possível indenização que a companhia receberia está estimada entre R$ 3 bilhões (valor inicial) e R$ 5bilhões.

  19. Neriaalvesem 30 jun 2010 �s 11:10

    Felippello,
    Agradeço sua informação, mas por que essa notícia não foi postada pelo Dr. Maia? Uma vez que estamos todos ansiosos por notícias. Será que alguém sabe responder sobre esses aspectos jurídicos que não foram analisados anteriormente? Concordo com o Paizote, a dúvida continua…. Que avanço é esse? Quais as estratégias? Será que estamos jogando na seleção?

  20. Petraem 30 jun 2010 �s 11:42

    Filippello , Peter e Ivan , meninos relaxem e aproveitem a Copa pelo que ela possa nos dar de divertimento . Só tem de 4 em 4 anos . Vamos esquecer as implicações políticas , nunca deu muito certo ligar esporte e política .
    Não sou enlouquecida por futebol ou qualquer esporte , mas gosto de ver sem ufanismos , torcidas , bandeiras e cornetas .
    Gosto quando jogam bem e não fazem feio , não mudará a minha vida para mais caso vençamos a Copa da mesma maneira que não mudaria a minha vida para menos , numa eventual derrota .
    Terá sido mais uma Copa , com poucos bons momentos ( é verdade ) , mas só isto , mais uma Copa , e só .
    Lembro para os amigos que ainda tem GloboNews que hoje o programa ” Arquivo N ” ás 23:00 hs será um documentário sobre João Saldanha , deve ser interessante .
    Bruno , adorei o teu delírio , posso delirar junto ? Acho que de delírio não tem é nada …
    Beijinhos carinhosos a todos , vamos relaxar e curtir os bons momentos finais desta Copa , sendo ou não campeões !!!!!

  21. SILVAem 30 jun 2010 �s 16:43

    O povo não está mais tão apegado a Copa…

    Agora, a Midia/Anunciantes está quase insuportável…

    E aí que…

  22. Felippelloem 30 jun 2010 �s 18:23

    Neria, a notícia foi postada pelo Caio e não sei dizer porque não pelo Dr. Maia. Li agora a publicação do Sindicato e tudo leva a crer que a reunião existiu e que ainda existe esperança. Eu prefiro o “delirio” do Bruno do que a mentira do futebol e seleção.
    Não sou dirigido pela mídia, nem por jogador de futebol, prefiro as coisas mais verdadeiras que estão acontecendo ao meu redor. E estou sempre bem relaxado, viu?
    Nesse blog notamos que existem pessoas quegostam muito de futebol e dão muito valor a esses eventos. Mas não comparecem a eventos onde suas presenças são solicitadas.
    É a troca de valores que faz de um jogador, que só pensa nele, um milionário e um cientista que salva vidas, um remediado que vive incógnito e sem essa platéia de fanáticos aplaudindo seus feitos. Que tristesa!!!

  23. Felippelloem 30 jun 2010 �s 18:26

    E cabe um adendum para encerrar esse assunto: Esses torcedores são “tão patriotas” que só usam a Bandeira Nacional e se vestem de verde e amarelo de 4 em 4 anos.

  24. Henriqueem 30 jun 2010 �s 18:56

    Alguns colegas não ficaram otimistas com as noticias de Brasilia. Ao contrário, eu fiquei. Pelo menos as coisas não estão paradas. E se a reunião contou com pessoas tão importantes pode ser que em breve tenhamos novidades.

    Sobre a Copa do Mundo … acabei de saber que Felipe Melo vai jogar. Ouçam as palavras de alguém que conhece futebol ( euzinho ): se ele realmente jogar: ADEUS COPA !!!!!!
    O Brasil é um país de paradoxos: tem o maior zagueiro do mundo ( Juan) e o pior meio de campo do mundo ( Felipe Melo )

  25. HILTONem 30 jun 2010 �s 23:34

    O brasileiro só se levanta para gritar gol.Eta povo medíocre .

    Resposta – Where are you from?

  26. valdenor de oliveira monteiroem 01 jul 2010 �s 02:34

    ILUSTRE Dr. Maia, saúde e paz
    Como é bom ver tantas opiniões diferentes, procurando energias para empurrar esse “carro quase velho”, nessa estrada tão descuidada, que mais parece o próprio caminho das enchurradas e seus depósitos naturais. Sabemos que o motorista é dos melhores. Mas há tantas coisas a consertar! Contudo, sentimos que está acontecendo algo ou está para acontecer. Em nós acontece como pensamos e esta intuição preventiva nos deixa mais aptos ao entendimento maior de todos esses problemas. Assim, não chegaríamos a tanto de só querer o resultado. Como ter a Copa do Mundo com ou sem Felipe Melo ou outros, etc… mas desfrutar da arte que ela nos proporciona com quem tem talento, entre todos, verdes-amarelos, vermelhos-brancos, outros coloridos… É claro, a emoção bate mais forte os corações irmãos. Há de tudo, excesso de dinheiro, intromissões oportunistas de governos, montanhas de entulhos morais, mas os conflitos do mundo não invadem mais os estádios de futebol. Ou, também, apenas ver o ACORDO JÁ HOMOLOGADO sem mudar nossa angústia no sonho e na graça da limpeza do caminho; sem purificarmos os enganos; sem conhecer o silêncio dos idosos, olhando nos rostos ocultos… Mesmo que o carro “pegue”, e a Seleção chegue lá, ainda, continuaremos a retirar os “entulhos” escondidos nos itinerários fantasmas desse nosso querido Brasil.
    Grato, valdenor

  27. CARLOS EDUARDOem 01 jul 2010 �s 10:00

    Bom dia Dr. Maia!

    Gostaria muito de saber sua opinião sobre a reunião que houve na AGU.
    O sr. acha que agora pode as coisas voltarem a andar?

    Resposta – Sem dúvida.

  28. Polianaem 01 jul 2010 �s 11:17

    E o Senador Alvaro Dias, heim!!!
    Foi só mais um sonho de verão???
    Poliana

  29. Felippelloem 01 jul 2010 �s 17:22

    Poliana, tomara que não. Temos que torcer para que o Serra vença e que o Senador, ai sim, tenha força política para cobrar de seu partido a solução de nosso caso, que tanto defende agora. Claro que com ele como vice as coisas seriam mais fáceis, mas isso faz parte do jogo político que infelizmente é comum em nosso país.

  30. Felippelloem 01 jul 2010 �s 17:25

    Só espero que no caso acima citado, ele seja mais ouvido pelo seu partido, diferentemente do Senador Paim, que não foi ouvido e nada conseguiu do PT.

  31. HILTONem 02 jul 2010 �s 00:21

    Maia,sou de um país que não me mata, que me respeita e que permite que crie meus filhos ,e os meus filhos os filhos deles com o suficiente suor de nossos rostos .Agora, jamais serei oriundo ,pelo menos filosoficamente,de um país que acredita que essa camarilha que sitiou o planalto central e está rifando a mãe Pátria, seja o último bastião da honra e moralidade.Graças a Deus o PT não conseguiu antecipar as eleições para a época das quartas e finais da copa,pois até lá o time chega.O grande temor do PARTIDO DOS TRABALHADORES(sic) é não sermos campeões pois isso significa o beijo da morte na candidatura da “Estela”.

    HONRA E CORAGEM

  32. Polianaem 02 jul 2010 �s 04:16

    Felippello,
    Espero que tenhas razão!!!
    Poliana

  33. Petraem 02 jul 2010 �s 12:50

    Henrique , voce entende de futebol mesmo , e muuuuiiitoooo !!!!!!
    Parabéns pela sua previsão sobre o Felipe Melo .
    Agora já tenho até pena do Dunga por antecipação …

    Beijinhos carinhosos .

  34. Henriqueem 02 jul 2010 �s 15:46

    Minha doce Petra

    É incrivel como você é uma pessoa antenada. Lembrou que fiz um comentário onde afirmei com todas as letras que se Felipe Melo jogasse o Brasil perderia. Isso era mais do que óbvio. Aliás, não precisa entender muito de futebol para ver que esse cara é um desequilibrado. Sempre foi. Desde as divisões de base do Flamengo.
    Foi expulso diversas vezes por agressão. Só o cegueta do Dunga não viu isso.
    Agora é lamentar e esperar 2014, quando nossa situação do Aerus já estará resolvida e teremos dinheiro para comprar ingressos na cadeira especial.

    Beijinhos carinhosos

  35. MICHEL ADAM - Rio de Janeiro(RJ)em 11 set 2010 �s 23:26

    Dr. Maia,
    Confesso que faz muito tempo que não leio o seu blog, mas quando volto a relê-lo, fico pronfundamente admirado, feliz e orgulhoso com a sua “SEMPRE” garra, competência e vitórias. Sua obstinação, capacidade de entrega e arcabouço histórico-jurídico são de se – sem os excessos de confetes – de inspirar todo operador do Direito que se presdispõe a fazer o Direito, um instrumento de mudança na sociedade.
    O clássico “PARABÉNS” ainda é pouco perto de toda uma trajetória de comprometimento que o senhor – conscientemente – decidiu trilhar na sua indelével história de vida.
    O seu “legado” será concerteza lembrado por todos aqueles que, ainda que discordassem politicamente e tecnicamente do senhor – passaram por sua vida.
    Obrigado por permitir há 11 anos atrás que eu, ainda que a distância – fizesse parte disso.

Trackback URI | Comments RSS

Deixe uma mensagem.