jun 20 2012

CASO CAPAF

Postado por at 10:46 sob Uncategorized

A informação que está sendo repassada pelo BASA (Banco da Amazônia) acerca da solução para os problemas enfrentados pela CAPAF não procede e não deve ser encarada como verdadeira.

Abidias Júnior, o Presidente do BASA e Nivaldo Nunes, ex-membro do Comitê de Auditoria do BASA e atual Interventor da CAPAF, fizeram comunicado pressionando os participantes do plano BD a migrarem para o chamado “Plano Saldado”.

Utilizam-se de argumentos falsos e inconsistentes, mais uma vez gerando medo em aposentados e pensionistas, em nítida tentativa de tornar inócuas as ações judiciais em curso.

Utiliza o Banco argumento FALSO afirmando que a ação judicial em tramitação na 8ª Vara do Trabalho, que foi julgada procedente em primeira instância, condenando o Basa ao pagamento dos valores faltantes, mês a mês, das aposentadorias e pensões do Plano de Benefícios Definidos, terá o mesmo desfecho da ação proposta pelo Sindicato dos Bancários do Pará. Ora, a ação proposta pelo Sindicato foi extinta justamente porque já havia ação ajuizada pela AEBA com o mesmo objeto. Desta forma, foi reconhecida a litispendência entre as duas ações, única razão para a extinção daquela. Muito pelo contrário, o que existe é a expectativa de que em grau de apelação seja reiterada a sentença que condenou o Banco.

Por isto, a orientação da AEBA – Associação dos Empregados do Banco da Amazônia é para que os participantes não adiram ao tal “Plano Saldado”. As informações disponíveis sequer permitem que se conheça plenamente o que está sendo proposto pelo novo plano. Na verdade, está sendo pedido um cheque em branco, e justamente por quem tentou deixar sem benefício os assistidos, que somente puderam comer – isso mesmo, comer – nos últimos 15 meses porque há decisão judicial nesse sentido, mandando o Basa fazer o pagamento. E são justamente Basa e Capaf que pedem o tal “cheque em branco”, pedem que os participantes adiram ao que não conhecem. O Ministério Público do Trabalho, a propósito acusou formalmente o Basa e a Capaf de “assédio moral” contra os participantes. É o acusado de assédio moral, portanto, quem pede cheque em branco.

Também, devemos lembrar que existem duas outras demandas, ajuizadas pelo SEEB/SP e SEEB/MA, em tramitação perante a Justiça Federal de Brasília, no sentido de responsabilizar o BASA pelas insuficiências da CAPAF. Nesses casos, já houve realização de perícia atuarial que apurou a existência de um desequilíbrio na CAPAF e a origem desse desequilíbrio.

Dessa forma, a orientação é de que os participantes não cedam à chantagem do Banco para a adesão ao novo plano.

12 respostas até o momento

12 Respostas em “CASO CAPAF”

  1. Amaury Antunes Guedesem 20 jun 2012 �s 21:41

    Cara Carolina,
    congratulações, obrigado pela dedicação no Blog e no seu trabalho. Um abraço, Amaury

  2. Joao Carlos Kleinem 23 jun 2012 �s 14:29

    Prezada Dra Carolina Maia.Tantas ocorrências,boas e más…São coisas da vida,e de tudo isto se ocupa o nosso Senhor Jesus.A nossa vida nada mais é que um aprendizado,esta é razão de aqui estarmos,vivendo e aprendendo,seguindo o nosso caminho,destino,seja lá o que for…A JUSTIÇA DIVINA prevalecerá.Quero agradecer pela oportunidade,de poder participar do BLOG,e em nome de DEUS abençoá-la.Abs.Joka Klein

  3. José Manuelem 25 jun 2012 �s 18:41

    Cara Carolina.
    Parabéns pela sua postagem sobre o caso CAPAF pelo qual o nosso
    patrono tanto lutou.
    Da forma que você escreveu percebemos a sua justificada revolta.
    Cada vez mais conheço o pais ( com p pequeno mesmo) em que vivemos,
    trabalhamos vidas inteiras e vemos de que nada adiantaram os nossos
    esforços.Ao ler o texto acima fico com vergonha de morar num pais
    como este

  4. Eda Arruda de Camposem 26 jun 2012 �s 12:16

    Prezada Dra Carolina,mesmo sem conhece-la oro pela sra todos os dias,para que a luz do Senhor Jesus a ilumine e ao Sr Castagna Maia,sou esposa de um funcionário aposentado do BASA e me doe muito meu marido ter dedicado 34 anos de sua vida e juventude ao referido banco e hoje estar sendo massacrado e estar morrendo aos poucos diante de tanta incerteza de tanta pressão,ele trabalhou tanto pelo banco se dedicou tanto ao ponto de muitas vezes só ver nossos filhos nos finais de semana pois quando chegava eles já estavam dormindo e quando ele saia para trabalhar eles não tinham acordado,sonhávamos com o dia em que ele se aposentasse para podermos usufruir de tanto trabalho e dedicação mas hoje só temos preocupações e o vencimento de Moacir de Campos (o meu marido)mal dá para pagar o nosso plano de saúde e remédios que com idade são necessários,temos uma filha especial que depende de nós para tudo,nós ainda temos a sor a graça de Deus por termos um filho que nos ajuda,apesar de ISSO MACHUCAR O ORGULHO PRÓPRIO DO MOACIR,mas e os outros aposentados que têm de ser ajudados pelos colegas?Realmente só a justiça Divina,poderá resolve isso pois com a justiça do BASA e da CAPAF não creio que seja possível, que Deus abençoe todos os que como vocês lutam para que essa justiça seja feita,um abraço amigo,Eda Arruda de Campos.Campo-Grande MS.Tel.67-33263237.

  5. Madison Paz de Souzaem 26 jun 2012 �s 22:29

    Prezada Carolina,

    A propósito do assunto, acabo de comentar matéria publicada no blog do Ribamar Fonseca, acerca da resistência dos bancários do Maranhão ao relançamento dos Planos Saldados. Aqui copio para conhecimento dos nossos leitores:

    “Mais uma vez, os meus cumprimentos pela decisão tomada em assembléia pelos participantes da CAPAF no Maranhão.

    Abdias e Nivaldo agora patrocinam o retorno dos Planos Saldados, apostando no terror já anteriormente imposto aos aposentados e Pensionistas do BD e, desta vez, não tenhamos dúvidas, multiplicarão as Fafás de Belém, os Abílios, as Biancas, os Armandos e, quem sabe, até tentarão contratar a Presidente Dilma para mais uma campanha milionária em favor dos Planos Saldados da CAPAF, única forma de isentar o BASA e a SPC/PREVIC das responsabilidades pela insolvência da CAPAF.

    Ao pregarem o fim da CAPAF e do BASA, esquecem que foram os recursos da primeira que garantiram a sobrevida do BASA em tempos passados, quando a incompetência de tantas Diretorias passadas pelo BASA, por pouco não levaram o Banco à falência.

    E por falar em incompetência, agora vem o Sr. Abidias pregar o fim do Banco se os participantes do BD-CAPAF não migrarem para os Planos Saldados. Até parece que foram eles (os participantes) quem produziram o “espetacular” resultado de balanço do Banco em 2011, quando pífios, os números apurados bem refletem o projeto que, orquestrado pelo dito Presidente, visa o esfacelamento do Banco para que, aos cacos, possa ser incorporado pelo Banco do Brasil. Isto na “melhor” das hipóteses. Até parece que foram esses mesmos participantes do BD-CAPAF que promoveram o sucateamento da plataforma de processamento de dados do BASA que hoje, sequer funciona a contento nos terminais de caixa eletrônico. Uma VER-GO-NHA, como diria o arrogante Boris Casoy.

    Para finalizar, ressalto que AEBA e AABA, reunidos com lideranças e formadores de opinião, presente também dois Diretores do Sindicato do Maranhão, tão logo anunciado o “Projeto Abidias pelos Planos Saldados da CAPAF”, firmarão posição contrária ao mesmo e em defesa dos direitos de cunho trabalhista, adquiridos pelos participantes do BD-CAPAF.

  6. José Manuelem 02 jul 2012 �s 09:33

    Bom dia Carolina
    Bom dia a todos do Blog
    Estamos entrando no mês de julho e mais da metade do ano
    já se foi
    Será que vocês do escritório podem nos informar acerca do
    processo que a Dra Carmem Lúcia disse estar apta a julgá-lo ?
    Gostaríamos de saber se por acaso este processo já está em
    mãos da referida Dra.
    Parece que o tempo voa, mas só para nós………….
    Não há uma notícia sequer, nem do SNA, nem da Aprus, nada………..
    Se for possível qualquer comentário que seja, acredito que todos
    aqui vão gostar muito
    Um abraço a todos do escritório e ao pessoal que frequenta o Blog
    José Manuel

  7. Orlandoem 03 jul 2012 �s 22:57

    Bom Dia a todos,
    Alguma notícia sobre o andamento do rateio do leilão? alguém sabe explicar ,nas palavras do Juiz Ayub, como será feito???
    abraços,

  8. Teresinhaem 04 jul 2012 �s 10:37

    Olá a todos, também estou indagando, como pode ser, já chegou Julho, o tempo realmente voa e nenhuma novidade? Enquanto houver esperança aguardamos mas a ansiedade corroi pois nossa vida esta sem sabor, com muita dor, tristeza, planos que não se concretizam, sonhos que não se realizam. Dói cada vez mais pois não foi isso que planejamos, não era essa a vida que teríamos depois de tanto trabalho e tendo cumprimido nossa parte, pago mes a mes para um futuro tranquilo que já deveríamos estar vivendo. O que podemos fazer para que a Justiça se faça? As amarras tem que ser soltas, chega de sempre a corda arrebentar do lado que cumpre suas obrigações e continua cumprindo pois somos nós, pessoas, que bancamos todo este sistema. O tempo não para… a vida, ah a vida…..

  9. Freitasem 13 jul 2012 �s 18:42

    Acabei de receber email informando que saiu a sentença de ação civil da 14.vara;

    Alguém poderia informar se isso procede?

    Muito obrigado

  10. J.C.Sampaioem 13 jul 2012 �s 18:50

    Quem souber informar o que se refere o movimento do processo favor informar

    Quem souber detalhes favor informar………………………………

    Processo: 2004.34.00.010319-2
    Nova Numeração: 0010295-77.2004.4.01.3400
    Classe: 65 – AÇÃO CIVIL PÚBLICA
    Vara: 14ª VARA FEDERAL
    Juiz: JAMIL ROSA DE JESUS OLIVEIRA
    Data de Autuação: 24/03/2004
    Distribuição: 7 – REDISTRIBUICAO MANUAL (13/09/2005)
    Nº de volumes: 1
    Assunto da Petição: 1030000 – ATOS ADMINISTRATIVOS – ADMINISTRATIVO
    Observação:
    Localização: MESA MARLEY – MESA MARLEY

    Movimentação
    Data Cod Descrição Complemento
    13/07/2012 17:23:03 155 DEVOLVIDOS C/ SENTENCA C/ EXAME DO MERITO PEDIDO PROCEDENTE EM PARTE

  11. paizoteem 13 jul 2012 �s 19:00

    Poderia por gentileza comentar a sentença proferida nop processo:
    Processo: 2004.34.00.010319-2
    Nova Numeração: 0010295-77.2004.4.01.3400
    Classe: 65 – AÇÃO CIVIL PÚBLICA

    13/07/2012 17:23:03 155 DEVOLVIDOS C/ SENTENCA C/ EXAME DO MERITO PEDIDO PROCEDENTE EM PARTE
    02/04/2012 09:48:37 137 CONCLUSOS PARA SENTENCA
    26/03/2012 16:59:19 218 RECEBIDOS EM SECRETARIA

    Grato!

  12. Osvaldo Alencarem 23 ago 2012 �s 12:00

    Caro Madison,

    Confio nas providências e ações dos colegas que se batem pela legalidade e justiça.
    É difícil esquecer tanta sordidez, desonestidade, incúria e até maldade das pessoas que dirigem o nosso querido BASA atualmente.

    Recebi ontem, dia 21/08/2012, o “pacote” BASA/CAPAF.
    Ninguém aqui em casa tocou sequer no envelopão.
    Pretendo deixá-lo dormitando ad perpetuam rei memoriam.

    Um abraço e continue firme, com honradez e determinação

Trackback URI | Comments RSS

Deixe uma mensagem.