nov 20 2012

Despacho no STF

Postado por at 11:39 sob Uncategorized

Hoje tivemos um despacho no STF acerca do pedido que apresentamos naquela Corte. Determinou-se a remessa do processo para a Procuradoria da República (MPF) para oferecer um parecer sobre nosso pedido.

Lamentamos apenas a demora para ser proferido tal despacho. Porém, sabemos que o Supremo possui milhares de demandas que, assim como a nossa, necessitam de urgência.
Quanto a ouvir a Procuradoria da República, apesar de entendermos desnecessário, é um movimento absolutamente dentro da normalidade. Falamos em desnecessário, pois entendemos que o Presidente do STF poderia reconhecer que houve a nítida afronta à decisão do Supremo sem a opinião do MPF.
Devemos, agora, aguardar a posição do MPF e a decisão do Ministro Joaquim Barbosa.

57 respostas até o momento

57 Respostas em “Despacho no STF”

  1. PAIZOTEem 20 nov 2012 �s 11:50

    Assim como fez Pôncio Pilatos…fez sua exa. o ministro…

  2. carlos irmãoem 20 nov 2012 �s 12:00

    “”"O Ministério Público, por outro lado, além de não pertencer a qualquer dos três Poderes, tem a garantia constitucional de não ser extinto nem ter suas atribuições repassadas a outras instituições.O MP possui autonomia na estrutura do Estado, não pode ser extinto ou ter as atribuições repassadas a outra instituição. Esta autonomia inclui orçamento próprio, gestão própria e autonomia funcional. Os procuradores e promotores têm a independência funcional assegurada pela Constituição. Assim, estão subordinados a um chefe apenas em termos administrativos, mas cada membro é livre para atuar segundo sua consciência e suas convicções, baseado na lei. Os procuradores e promotores podem tanto defender os cidadãos contra eventuais abusos e omissões do Poder Público quanto defender o patrimônio público contra ataques de particulares de má-fé.
    Cabe ao Ministério Público Federal defender os direitos sociais e individuais indisponíveis (direito à vida, dignidade, liberdade, etc.) dos cidadãos perante o Supremo Tribunal Federal, o Superior Tribunal de Justiça, os tribunais regionais federais, os juízes federais e juízes eleitorais. O MPF atua nos casos federais, regulamentados pela Constituição e pelas leis federais, sempre que a questão envolver interesse público, seja em virtude das partes ou do assunto tratado. Também cabe ao MPF fiscalizar o cumprimento das leis editadas no país e daquelas decorrentes de tratados internacionais assinados pelo Brasil. Além disso, o Ministério Público Federal atua como guardião da democracia, assegurando o respeito aos princípios e normas que garantem a participação popular.
    FONTE: http://www.pgr.mpf.gov.br/conheca-o-mpf/sobre-a-instituicao/perguntas-e-respostas/sobre-o-ministerio-publico
    O atual procurador-geral é Roberto Monteiro Gurgel Santos.[1]“”"

    O Ministro Ayres Brito poderia ter encerrado sua gestão liquidando de vêz esse calvário.
    Há momentos em que , por mais que não se queira pensar nisso, entende-se que o governo faz o processo andar à sua maneira.
    Tomara que o PGR Roberto Gurgel faça justiça e que o ministro Joaquim Barbosa a faça ser cumprida e que consigamos virar essa página de nossa vida e que retornemos nossas vidas à normalidade.
    Vamos aguardar passivamente ou deveremos nos manifestar junto a PGR???

  3. Áureaem 20 nov 2012 �s 12:01

    Dra, só uma pergunta : O Ministro Joaquim Barbosa já tem a decisão dele ?
    Muito obrigada.

  4. carlos irmãoem 20 nov 2012 �s 12:09

    Dra, Carolina,
    permita-me uma questão:
    E a ação que tramita no TRF , que será decidida por um trio de desembargadores, temos alguma previsão???

  5. neliete maria souza da fonsecaem 20 nov 2012 �s 12:30

    Se Deus quiser tudo vai dar certo ! Joaquim Barbosa ele e o cara .Não vai deixar esta injustiça com quem deu a vida trabalhando . Alem disto temos a equipe maravilhosa do Dr. Castanha Maia e nossos senadores ,e deputados nos ajudando . temos esperança .

  6. Filgueira Jr - TransBrasilem 20 nov 2012 �s 12:31

    Pessoal,
    Tenho informação fidedigna de que a ordem de embargar tudo sobre o caso Aerus vem da Sra. Dilma R. Não é Agu nem ministro nem nada… É dela mesmo.
    Sei que muitos de nós desconfiávamos. Agora podem crer.
    Vamos desanimar ? Não acho o melhor caminho. Oremos por ela p/ que Deus mude o coração dela e que continue iluminando a Dra. Carolina Dr. Lauro e toda equipe.
    Paulo Filgueira

  7. carlos augusto fadel santosem 20 nov 2012 �s 12:56

    NAO COMPETE A PRESIDENTA DA REPUBLICA,EMBARGAR OU CANCELAR QUALQUER DECISAO JURIDICA,SAO PODERES INDEPENDENTE, SE ELA TIVESSE ESSES PODERES TERIA INTERFERIDO NO JULGAMENTO DO MENSALAO,ONDE FIGURAS DE EXPRESSAO DO SEU PARTIDO, TIVERAM PENAS DURAS, E DEVERAO CUMPRI-LAS. O QUE ME CAUSA UM POUCO DE PREOCUPACAO, E VOTO DO MINISTRO JOAQUIM BARBOSA,POIS EM 2010, SUA EXCELENCIA SE MANIFESTOU NO SENTIDO DE QUE HOUVESSE JULGAMENTO EM 2 GRAU, TENDO VOTO VENCIDO, SO QUE A DECISAO AGORA SERA MONOCROMATICA,CONTUDO, VIRA APOS O PARECER DO MINISTERIO PUBLICO, VAMOS AGUARDAR OS ACONTECIMENTOS, ABRACOS FADEL SANTOS…….A PERGUNTA QUE FICA NO AR E A SEGUINTE… HAVENDO DECISAO FAVORAVEL NO TRF1, ANTES DA DECISAO DO STF, O QUE PREVALECE, A PRIMEIRA , OU AINDA TEREMOS QUE SER SUBMETIDOS A DO STF TBM……….. OBRIGADO!!!!!!!!!!!!!!!

  8. carlos augusto fadel santosem 20 nov 2012 �s 12:57

    DESCULPE, ONDE SE LER MONOCROMATICA,LER-SE MONOCRATICA

  9. Petraem 20 nov 2012 �s 13:00

    Obrigada pela postagem e explicação , dra. Carolina . Aguardemos , pois . Que pena , o ministro Ayres Britto deixou passar uma belíssima oportunidade para realmente fazer justiça com suas próprias mãos . Pena que ele não teve coragem suficiente para liquidar a nossa fatura antes da sua aposentadoria … O ser humano não falha … Preferiu passar a batata quente chamada Aerus para frente …

    Beijinhos carinhosos .

  10. J.M.C.em 20 nov 2012 �s 13:41

    O ministro Joaquim Barbosa foi o unico que condicionou a liberaçao da liminar, no julgamento da S.L. a condenaçao da uniao em segunda instancia. Sera que ele mudara seu parecer? Vamos rezar, pois agora ele e a bola da vez. Este envio do processo para o M.P.F. talvez seja um indicio dessa mudança, ou como disse nosso colega Paizote , com este procedimento lava suas maos.

    Dra.Carolina, que Deus a ilumine e nos de forças para aguardar mais este capitulo dessa aterrorizante novela. E que no final, como na ficçao sejamos felizes para sempre.

  11. ElizabethOliveiraem 20 nov 2012 �s 13:46

    Não é preciso ter informação fidedigna alguma …para sacar que tudo isso veio de alguem muito acima de todos os poderes que nos deram ganho de causa..e olha que na Espanha essa senhora fala da maneira mais crivel que decisões judiciais no Pais dela….são para serem cumpridas.
    Enquanto ela joga para a platéia….teremos mais um Natal triste e assim vai se empurrando com a barriga…pois ano que vem já seremos em numero menor.
    Desculpem …mas preciso fazer esse desabafo….pois minha garganta tá travada .

  12. Cesar Guimarãesem 20 nov 2012 �s 14:55

    Espero estar errado, mas como Ayres Brito, Joaquim Barbosa se interessa por eventos midiáticos e ao que parece o caso AERUS não “seduz” a grande mídia brasileira.

  13. CCFem 20 nov 2012 �s 15:30

    Filgueira,
    Concordo com vc; bem lembro da posição dela em rede nacional declarando que nenhum centavo do governo seria empenhado para salvar a Varig.
    Ficou claro na ocasião que ela tem alguma mágoa antiga; talvez sonhou ser aeromoça e não conseguiu.
    Lembro também ter lido que ela teria comentado que tantos se aposentam e vivem do INSS e por quê não poderia ser assim também com os aposentados do Aerus?
    A questão é que nós contribuimos para uma complementação, mas isso não conta quando o que se que se quer é apenas vingança.

  14. PAULO SOARESem 20 nov 2012 �s 16:07

    Caro Filgueira Jr.

    Diante de sua declaração entendo que a ilustre PRESIDENTA (nova nomenclatura) transformou unilateralmente o regime politico brasileiro de DEMOCRACIA PARA REINADO ao simplesmente ignorar decisões do STF.

    Gostaria muito que isso não fosse verdade pois caso tenhamos sofrido algum golpe político por parte do partido dominante, acredito que nossas forças armadas tem que ser avisadas pois podem não concordar com isso e resolver nos dar apoio.

    Aguardando opinião mais qualificada me reservo o direito pelo menos por enquanto de acreditar em um golpe político contra a democracia!

  15. ribeiroem 20 nov 2012 �s 17:24

    Total esquizofrenia!!! O STF na epoca em que Gilmar Mendes era presidente, juntamente com sua equipe de ministros, tinha decidido que a solução se daria com uma decisão de um Juiz, o que aconteceu com a decisão do Juiz Jamil. Muito bem, agora o STF, desrespeitado, envia para decisão ou análise do MP!!?? Que Presidente enviou ao MP, o que saiu ou o que entrou? Afinal, qual é a capacidade de decisão do STF?? Nós entendemos mas não estamos compreendendo!!! Compreendemos mas não entendemos?? O grupo que esteve em Brasilia obteve alguma posição do Desembargador PODEROSO que não se importou tanto com a decisão do STF?? A PresidentA teria essa condição ditatorial para impedir o pagamento? Talvez sim… o Mantega tambem… todo mundo louco, Brazil lóco, leis loucas… e o Gilmar Mendes na época se referindo ao caso como “É aquela situação dramática dos aposentados do Aeros, digo Aerus…” lembram?

  16. raimundo ribeiroem 20 nov 2012 �s 17:28

    Amigos, assim são as coisas. Nada acontece ao acaso. Alguém falou num desses comentários, que tudo tem que ser bem cuidado para que ao final nada mais reste que possa servir de argumento para mais um recurso.
    Se alguém já ouviu falar na “corda de 81 nós”, este é apenas mais um nó a ser desatado. Assim, nó a nó vamos caminhando e chegará o momento em que não restará mais nenhum nó a desatar. Superaremos tudo e todos e então veremos que uma guerra é feita de muitas batalhas. Umas perdemos outras ganhamos. Pelo caminho ficam muitos irmãos tombados mas, o importante é o resultado que se aproxima, onde certamente sairemos vitoriosos. Daí em diante, teremos que reverenciar nossos generais que na vanguarda de nossas lutas, foram vibrantes e corajosos.
    Avante amigos!!!! Não é hora de desânimo.
    Meu abraço.

  17. Ana Paula Johnem 20 nov 2012 �s 17:34

    Cara Dra. Carolina,

    Conforme teor do texto emitido pelo Sr. Filgueira Jr – Transbrasil, que se declara sabedor através de uma fonte que classificou como FIDEDIGNA, cuja identidade ele inexplicavelmente omite, acusa o mais alto mandatário deste País que teria determinado o máximo de retardamento no andamento do processo que tanto interessa aos aposentados Varig/Transbrasil ficassem emperrado indefinidamente.

    Quando todos estão ávidos por notícias alentadores vem alguém se dizendo muito bem informado com um comentário tão inútil, com certeza inverídico, cheirando mais a querer aparecer e jogando uma incerteza danosa sobre milhares de idosos aflitos lutando por seus direitos, causando esse tipo de atitude, danos irreparáveis seja mentalmente e outros tantos males.

    Para rebater essa dita força que alguém teria para reter o andamento de nosso processo teria também a mesma capacidade para impedir que o eminente Procurador Geral da República não enquadrasse toda a camarilha envolvida no chamado MENSALÃO.

    Finalizando comentários dessa natureza não deveriam passar incólumes pelo crivo de censura que tem sido aplicado em outros comentários desairosos.

    Um abraço

    Ana Paula

  18. simone souza - transbrasilem 20 nov 2012 �s 17:45

    Concordo com você Filgueira, temos que rezar e pedir a Deus que nos dê forças para continuar lutando, não vamos desanimar com certeza. DEUS é maior, só ele pode mudar tudo. A verdade tem voz. Que Deus ilumine a todos. Abraços: Cmra Simone Souza.

  19. Marlyem 20 nov 2012 �s 18:18

    Caro Filgueira JR ,na minha avaliação sua afirmação não necessariamente é a situação que estamos enfrentando .Caso contrario não existiria a mensagem da presidente solicitando a liberação de verba do orçamento de 2011 ,para cumprir a decisão judicial que até hoje 20/11 consta na pauta da comissão do orçamento para ser votada apesar da suspensão da execução provisória .
    Eu não tenho duvida que o governo não quer que vingue nossa antecipação de tutela ,vc já imaginou a jurisprudencia que iria criar !!!!(é impagavél ) .Afinal todos os fundos na decada de 80 e 90 fizeram exatamente o que os governos de plantão mandaram fazer ,até colocar dinheiro em empresas falidas ou sem nenhuma chance de se recuperar .Sem contar que desde aquela epoca somente indicados pela diretoria das patrocinadoras participavam do conselho dos fundo Aerus .O aposentado que tinha assento no conselho de administração e no conselho fiscal sempre se omitiu junto aos seus representados e ou o pessoal da ativa .
    Eu estava na assembléia da Associação dos pilotos da Transbrasil ,em 1998/9, o Sindicato dos aeronautas esteve lá e denunciou que a TBA não estava transferindo para o aerus aquilo que descontavamos de nossos contra cheques para o Aerus ,(apropriaçào indebita )imagine o FGTS e o INSS .Confesso morri de vergonha ,os dirigentes sindicais que não me lembro agora quem eram , quase apanharam dos presentes que defenderam os administradores e diretores da TBA e diziam que o sindicato estava mentindo .Que ironia !!!!!!
    Outro erro ,que agora não convem discutirmos mas não pode ser esquecido ,”o administrador especial Sr Brentano “na epoca 2001/2 permitiu que todos os 2.500 trabalhadores da ativa da TBA ,retirassem suas reservas dos planos da TBA ,contrariando a lei 109 no que diz respeito à prioridade dos aposentados .(isso não aconteceu na Varig )mas para nós da TBA foi a morte já que a empresa parou em 2001 e as reservas foram liberadas no final de 2001/2 .Ou seja não temos para onde correr já que a TBA já negociou a defasagem tarifaria .
    Aonde estavamos com a cabeça ?
    Agora nos resta acreditar na via juridica .Estamos acompanhando com ansiedade os desdobramentos no TRF e no STF,que não são dos melhores , de uma ação que vem desde 2004 e que pelo visto requer ainda muito coração de aço para aguentar estes movimentos .
    Estou convencida que não fizemos a nossa parte durante estes ultimos 10 anos e agora fica facil jogar a culpa em todos os que estão a nossa frente .
    Enfim preciso da complementação de minha aposentadoria para sobreviver como todos ,vamos torcer é a unica saida para nós da TBA .Eu inclusive nunca paguei nada para ter esta ação que a associação AAPT e o SNA tem nos representando, mas preciso reconhecer que estão nos defendendo muito bem e não temos nada mais do que isso no momento .
    Ainda assim estou otimista por uma solução definitiva para todos os participantes do Aerus .

  20. Silvaem 20 nov 2012 �s 18:36

    … hoje dia 20/11. Proximo está o fim de novembro. Aerus vai pagar abono?
    Próximo está o ano novo. Aerus vai pagar antecipação em 2013 ?
    Não vejo na Internet ningúem atento a isso.
    Acredito que é tempo de termos uma posição.
    Seja ou não liberado este texto, agradeço muito ao incansável Escritório

  21. Alexem 20 nov 2012 �s 19:42

    Inacreditável, considerando o voto do Ayres Britto em 2010 (manter a liminar sem mesmo condicionar à 1a instancia). Vi em outro post que o Adams da AGU teria visitado o ex-presidente do Supremo na ultima sexta-feira (18/11). Teria algum nexo? Mesmo assim era ultima coisa que esperava deste Ministro em particular, o qual me pareceu um dos mais justos e equilibrados que já presidiram aquela corte.
    Em 2010 o Min Joaquim Barbosa já tinha dito que era “de acordo”, mas com um porém: que preferia aguardar ao menos a 2a instancia para manter a liminar de forma a ter mais “segurança jurídica” para, por liminar, garantir a tutela e por conseguinte a complementação da união.
    Da mesma forma que o Min Gilmar Mendes reconsiderou o Min Joaquim Barbosa também poderia reconsiderar levanto em conta o fator de todo sofrimento humano aqui. Nesta mesma discussão a conclusão dos Ministros do Supremo foi também de que o mais correto seria que fosse dada prioridade total a este caso. Tanto que, decidiram sobre enviar uma nota clara solicitando que o tramite nas instancias inferiores fosse acelerado!!! Isso aconteceu realmente?
    Mas de qualquer forma, parece que mais do que nunca, a decisão está agora nas mãos do tribunal de apelação, de 2a instancia.
    Houve também aquele encontro com Des. Carlos Moreira na ultima quarta, que por sua decisão monocrática teria desconsiderado totalmente a decisão do Supremo. Não que me entusiasme quanto ao resultado de uma reunião destas, mas fato é que o mesmo ao menos se dispôs a receber os representantes. Alguém teria alguma noticia sobre o resultado desta reunião com esse o desembargador?
    Outra pergunta que eu teria e talvez a Dra Maia possa responder: O Juiz federal da 14a que já julgou o processo do Aerus também não teria determinado = oficialmente = em sua sentença uma prioridade para o caso do Aerus? Como é tratada esta questão de prioridades pelo judiciário quanto ao trato de casos críticos envolvendo idosos, pensões alimentícias etc?
    Acredito que exista alguma lei neste sentido não? Não seria o caso de reforçar esta questão da urgência e prioridade à junta do TRF considerando a decisão do Dr Jamil da 14a vara bem juntamente com a recomendação e entendimento de todos os Ministros do STF em 2010? Muito Obrigado.

  22. Hilário Espirito Santo Guimaraesem 20 nov 2012 �s 20:04

    Com tantas informações de cocheira acho que só cabe um : “haja paciência, Dra. Carolina!!!!!!!!”

  23. Leila Pavãoem 20 nov 2012 �s 20:57

    Prezados,

    É realmente lamentável , o que vem acontecendo com os aposentados e pensionistas, e eu como pensionista (viúva) , ter visto meu marido ser descontado por longos anos um valor , que na época nos fez falta , mas certo de ele teria uma velhice tranquila, não contávamos com o descaso do nosso MARAVILHOSO Governo e falta de comprometimento da Justiça nesse País.
    Tenho fé que, com a ajuda dos Senadores altamente dispostos a solucionar essa situação e em especial o Ilustre Ministro Joaquim Barbosa , ainda teremos uma resposta positiva antes do natal , pois , sou avó como a Sra. Dilma R; gostaria de poder presentear meus netos sem me preocupar com o q gasto com remédios para diabetes e hipertensão.

  24. Sôniaem 20 nov 2012 �s 21:27

    Que eu saiba, o Joaquim Barbosa não é muito favorável à nossa causa. Por ele, a tutela antecipada só valeria após decisão em 2a instância.

  25. Leoem 20 nov 2012 �s 22:28

    Caro Paulo,

    acredito na sua fonte, talvez seja o entendimento de muitos. inclusive meu, Da Sra. Dilma e do Sr Lula, partiram as ordens dos embargos.

    Paralalemente sempre acreditei na providencia do Alto, no trabalho do saudoso Dr. Maia, na justiça, na força da Graziela e demais sindicalistas e na tenaciddade de muitos companheiros.

    Que Deus ilumine os ministros que irão decidir, a nosso favor claro.

    Abraços

  26. João Sobreira Rochaem 20 nov 2012 �s 23:17

    Dra. Carolina, hoje foi um dia muito triste para todos nós. O Ministro Ayres Brito poderia deixa a Côrte com uma ação em nosso favor. Lamentável.

    Dói muito esperar essas ações !

    Dói muito enfrentar apuros financeiros !

    Dói muito aguardar um Natal sombrio e triste !

    Falta vontade política nessa questão VARIG-aerus.

    Jsobreira/Goiania-Go.

  27. Madison Paz de Souzaem 21 nov 2012 �s 00:33

    Vamos esperar que o PGR e também o Ministro Joaquim Barbosa tenham o mesmo e sadio apetite para encaminhar a questão como estão tendo quanto ao julgamento do “Mensalão”.
    E aí, pode ser a “pá de cal” nas manobras da União.
    A propósito, nós, aposentados do BASA temos e tivemos inúmeras ações contra o desconto de contribuições depois de 30 anos (conforme previsto no regulamento do nosso BD) que foram protelatoriamente alçados ao STF que, sequer conheceu dos recursos, determinando a baixa dos processos ao TRT Regional para cumprimento das sentenças prolatadas no TST. O meu, em particular, como o de tantos outros colegas, foi denegado pelo Ministro Joaquim Barbosa.
    De tudo, só acho que em face da repercussão do caso AERUS, a organização de manifestações pacíficas, bem articuladas, elaboradas e conduzidas, poderão contribuir em favor de uma agilidade mais aguda por parte do Procurador Roberto Gurgel e do presidente do STF, o Ministro Joaquim Barbosa, principalmente no momento em que as prioridades do Supremo estão voltadas para a Ação Penal 470, o “Mensalão”.

  28. José Lannerem 21 nov 2012 �s 02:28

    Vamos rezar menos e agir mais!!!!!!!!

  29. Elizabeth Oliveiraem 21 nov 2012 �s 09:01

    Dra.Carolina…..o que li nas entrelinhas de sua frase aqui copiada abaixo..

    Falamos em desnecessário, pois entendemos que o Presidente do STF poderia reconhecer que houve a nítida afronta à decisão do Supremo sem a opinião do MPF.

    Amim ficou claro que nem o STF QUER MAIS CORROBORAR O QUE HAVIA DITO ANTES E PASSOU A BOLA ADIANTE E COM ISSO..MAIS UM ADIAMENTO NO FINAL DO ANO…MAIS UM NATAL TERRIVEL E UM INDICIO QUE EM 2013 TODAS AS INCERTEZAS E ANGUSTIAS IRÃO CONTINUAR.

    Vamos ver quem sobreviverá ….Desculpe mais preciso colocar em palavras minha revolta contra todo esse sistema judiciário perverso….que quando quer..tudo faz para quem é compadre e amigo.

    No mais….Deus a abençoe…pois não deve ser facil…tantos desalentos e derrotas apesar de todo o seu empenho e ainda ouvir nossas lamurias e publica-las.

  30. DORNÉLIO LIMAem 21 nov 2012 �s 10:28

    PREZADOS AMIGOS,
    CREIO QUE SEREMOS BENEFICIADOS AINDA ESTE ANO COM ALGUMA COISA POR PARTE DO GOVERNO DA PRESIDENTE DILMA. E AGORA COM O COMANDO DO STF COM O SR. DR. JOAQUIM BARBOSA TEREMOS NOTICIAS BOA SOBRE O CASO AERUS. COM MUITA FÉ.

  31. alexem 21 nov 2012 �s 11:06

    Sigamos os exemplos da exma. presidente e ex-presidente na época em que eles lutaram contra às injustiças e opressão. Não desanimemos, vamos lutar por justiça como eles lutaram…

  32. alvaro jose de souzaem 21 nov 2012 �s 13:40

    Prezados Advogados.
    Sei que vcs estao fazendo tudo que é possivel para que possamos receber aquilo que pagamos durante toda uma vida vivida na aviação .Fico muito triste em toda hora ver uma artimanha vulgar desse dito * GOVERNO DEMOCRÁTICO * onde de acordo com as próprias palavras da nossa Presidente ,trata-se de um páis onde não existe discriminação ,um país que preza pela qualidade de vida do seu povo e ,blá blá blá blá blá blá..etc etc etc..
    Entaõ , senhores sinceramente naõ vejo decisaõ favorável próxima ,porque com certeza haverá sempre um questionamento ,uma virgula ,um ponto que servirá de pretexto para que eles fiquem embargando ,ou empurrando pra frente ,como voces entenderem melhor ,
    Creio que assim que quase a totalidade dos pensionistas falecerem ,ai entaõ ,talvez ,digo talvez ,o Estado ( seja lá quem tiver no poder ) irá se pronunciar como já vimos ate agora ( lembra-se das palavras do Sr Lula ) * ESTOU MUITO SENSIVEL A ESSA QUESTAÕ *.
    Senhores ,desculpem a minha fala ,mais sinceramente naõ vejo saída urgente como o caso pede ate porque somos uns poucos ,10 mil ,20 mil, muito poucos diante da massa maior e hoje naõ somos mais formadores de opiniaõ ,naõ temos mais quorum .
    Espero estar equivocado ,mais por hora é meu pensamento.
    Fico agradecido aos senhores pela atuação ,sei que estaõ travando uma luta desigual e espero que essas minhas palavras de descredito sejam desmentidas e que Deus nos ajude a todos para que possamos continuar a viver ,os anos que ainda temos gozando daquilo que e nosso por direito e naõ por favor.
    Que Deus vos abencoe.

  33. EDELWEISS CUTRIMem 21 nov 2012 �s 14:54

    Não nos resta mais nada a não ser somente confiar em Deus e tudo se resolverá. Já que os homems que fazem cumprir a justiça perderam a mão do”justo”. Então no íntimo do meu quarto recorro ao Senhor Salvador e Misericordioso para que resolva essa situação de penúria pela qual passamos impiedosamente. Hoje meu marido completa 68 anos (21-11). Amanheceu triste, achando que não tinha o que comemorar, porque está devendo nos comércios e constantemente é cobrado, sem ter de onde tirar para pagar. Passamos por constrangimentos que jamais pensou que pudesse acontecer. Sonha em levantar a cabeça e dar a volta por cima, voltar a sorrir, viver com qualidade…, mas os nossos representantes nos envergonham, falta compromisso com o povo, RESPONSABILIDADE sobretudo com o DIREITO À VIDA.

    Nada mais a comentar. Que Deus nos carregue em Seus braços nesses momento difíceis e torne mais humanos e éticos aqueles que têm poder de julgar e fazer executar essa causa.

  34. Roberto Haddadem 21 nov 2012 �s 16:02

    Boa tarde Dra. Carolina.

    Ref.: # Filgueira Jr – TransBrasilem 20 nov 2012 �s 12:31

    Prezado amigo Filgueira, queira me perdoar mas acho que sua fonte não é tão fidedigna assim!!
    Senão vejamos:
    1- O caso dos aposentados pela VARIG/AERUS é justo, líqüido e ganho em todas as instancias jurídicas e principalmente no S.T.F.
    2- O S.N.A., constituiu um dos melhores escritório de advocacia (senão o principal), especializado no assunto. Em Brasília.
    3- Tanto a diretora do S.N.A.(Sra. Graziella), Dr.Maia (e seu escritório, portanto), mais pessoal da FENTAC/CUT, e até mesmo
    vários políticos que nos apóiam, sem contar com o Senador Paulo Paim, pessoa da mais alta dignidade e confiança reconhecida
    por todos os seus pares e pelo Brasil a fora, são PETISTAS.
    4- Portanto, qual seria o motivo da Presidente Dilma, simplesmente não querer que se cumpra a decisão da justiça em nos pagar,
    contrariando, assim, todo o empenho de seus CORRELIGIONÁRIOS??.
    5- Pura maldade??, não acredito.
    6- A presidente Dilma, jamais iria agir de forma tão diferente da que anunciou recentemente durante sua visita a Espanha:
    – DECISÃO DA JUSTIÇA NÃO SE DISCUTE, SE CUMPRE.
    7- Tenho certeza absoluta que nosso caso será resolvido brevemente. Continuo confiando na justiça.
    8- Acredito que tudo isso faça parte de um tramite (quase) normal.
    9- VAMOS ACREDITAR, MAIS UMA VEZ NO PRESIDENTE DO S.T.F.
    10- Afinal, a justiça tarda mas não falha.

  35. marisa herminia felisbertoem 21 nov 2012 �s 19:03

    herminia,pessoal mantenham o animo porque a nossa vitoria esta vindo a galope o processo chegou num ponto do tudo ou nada . agora é a hora de CONFIARMOS. A biblia diz que quando tudo parece que chegou ao fim é ai que DEUS opera. e ELE nunca perdeu uma BATALHA O NOME DELE É SENHOR DOS EXERCITOS. TEREMOS RESPOSTA, AINDA ESTE ANO. abraço a todos e, tambem a Sra Dra Carolina. Herminia

  36. AnaCristinaem 21 nov 2012 �s 19:28

    Vamos ter fé em Deus que ainda este ano tenhamos boa noticias boas !!!!
    Acredito que vamos ter sucesso!

  37. Maria Claudiaem 21 nov 2012 �s 19:51

    Dra Carolina,
    por favor nos diga se existe uma possibilidade de saber se o nosso processo do STF está muito atrás de ser julgado ou se ainda podemos ter uma esperança que aconteça ainda este ano? Desculpe a minha impaciência, pois tudo parecia estar a nosso favor com causa ganha, mas de repente tudo mudou novamente.

  38. Ronaldo Amaralem 21 nov 2012 �s 20:40

    Prezados colegas,
    Desejo, espero e ainda creio que haverá Justiça muito em breve.
    Dra Carolina,
    Que Deus continue a te abençoar, te proteger e te orientar.

  39. Maria Claudiaem 22 nov 2012 �s 20:52

    Dra Carolina,
    desculpe a minha impaciência, mas será que até o final deste ano teremos alguma resposta à respeito do processo?

  40. carlos irmãoem 22 nov 2012 �s 23:22

    Dra.Carolina, vamos registrar o discurso de posse do ministro Joaquim Barbosa. Muitas das coisas que ele falou tem a ver com a nossa situação: “Barbosa toma posse e promete Justiça sem firulas, sem rodeios, sem rapapés”.

    BRASÍLIA – O ministro Joaquim Barbosa assumiu na quinta-feira, 22, a presidência do Supremo Tribunal Federal com discurso a favor de um Judiciário “sem firulas, sem floreios, sem rapapés”, mais célere, que dê acesso a todos sem privilégios e com juízes protegidos de influência política.

    Andre Dusek/Estadão

    No discurso de 16 minutos, testemunhado entre outras autoridades pela presidente da República, Dilma Rousseff, além de artistas e celebridades, Barbosa falou da necessidade de julgamentos realizados em tempo razoável, criticou o excesso de recursos judiciais e a existência de quatro instâncias no Judiciário.

    Aos 58 anos de idade, natural de Paracatu, cidade mineira, Barbosa tornou-se o primeiro negro a presidir o Supremo e o Conselho Nacional de Justiça – seu antecessor é Carlos Ayres Britto, aposentado compulsoriamente no domingo ao completar 70 anos.

    Indicado para o tribunal pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não foi à cerimônia, Barbosa construiu sua carreira no Ministério Público. No Supremo, obteve destaque com a relatoria do julgamento do mensalão, caso no qual a antiga cúpula do PT e o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu foram condenados por compra de votos entre 2003 e 2005, primeiro mandato de Lula.

    Em seu discurso de estreia como presidente do Judiciário, fez afirmações em prol da valorização dos juízes, “figura tão esquecida”, nas palavras de Barbosa. Seu vice no Supremo será Ricardo Lewandowski, justamente o revisor do mensalão e quase seu antagonista no julgamento.

    Plateia. A cerimônia de posse durou aproximadamente 1h30. Dilma, os presidentes da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), e do Senado, José Sarney (PMDB-AP), compareceram, representando Executivo e Legislativo. Convidados célebres, como os cantores Djavan e Martinho da Vila e os atores Lázaro Ramos, Regina Casé e Lucélia Santos, também estiveram em Brasília para acompanhar a posse.

    Na primeira fila, Benedita Gomes da Silva, de 72 anos, a mãe Barbosa – a quem o ministro se referiu como “minha querida mãezinha” – e o filho único, Felipe Barbosa Gomes. O pai, também chamado Joaquim, faleceu há dois anos.

    O novo presidente tem origem humilde. Filho de pedreiro, aos 16 anos viajou sozinho à capital federal, onde trabalhou como faxineiro e em uma gráfica.Formou-se em Direito pela Universidade de Brasília, foi oficial de chancelaria e advogado de órgãos públicos até iniciar sua carreira como procurador.

    No discurso de posse, Barbosa defendeu o tratamento igualitário das pessoas que apelam ao Judiciário, sem privilégios por motivos econômicos, por exemplo. Como presidente do CNJ, este deve ser seu principal projeto: garantir tratamento equânime às partes de um processo.

    “É preciso ter honestidade intelectual para dizer que há um grande déficit de justiça entre nós. Nem todos os brasileiros são tratados com igual consideração quando buscam o serviço público da Justiça. O que se vê aqui e acolá, nem sempre, é claro, é o tratamento privilegiado, o by-pass (ignorar, em inglês), a preferência desprovida sem qualquer fundamentação racional”, disse Barbosa durante seu discurso. O novo presidente do Supremo afirmou também ser contra os quatro graus de jurisdição.

    No Supremo, o ministro já defendeu que condenados por crimes em duas instâncias deveriam começar a cumprir a pena, independentemente de recursos pendentes. “(É preciso) Tornar efetivo o princípio constitucional da razoável duração do processo. Se não observado estritamente e em todos os quadrantes do Judiciário nacional, isso suscitará em breve o espantalho capaz de afugentar os investimentos de que tanto necessita a economia nacional”, afirmou o ministro, que criticou também o uso excessivo de recursos por parte de advogados interessados em protelar decisões judiciais.

    ‘Distante’. Barbosa defendeu que o juiz não pode se manter “distante” e “indiferente” aos valores e anseios sociais. “O juiz é um produto do seu meio e do seu tempo. Nada mais indesejado e ultrapassado o juiz que está isolado e encerrado, como se estivesse numa torre de marfim”, disse. Fez questão ainda de ressaltar a necessidade de independência, criticando a progressão de carreira na magistratura.

    “Nada justifica, a meu sentir, a pouco edificante busca de apoio para uma singela promoção de um juiz do primeiro para o segundo grau de jurisdição.”

    Só nos resta acreditar que ele nos fará justiça, visto que o nosso estimado Dr. Maia demonstrou claramente todos absurdos que foram cometidos contra o Aerus e só não ver quem não quer ou que sofre de “influência política”.

  41. marcos cerqueiraem 23 nov 2012 �s 09:09

    Nojo, muito nojo é o que sinto.

  42. Orlando Torresem 23 nov 2012 �s 09:24

    Booa José!!!! vamos falar menos e agir mais ainda….. mais que nunca!!!!a hora é esta!!!!

  43. João Carlos Kleinem 23 nov 2012 �s 10:35

    Prezada Dra Carolina…Vejo grandes possibilidades de ver o nosso caso resolvido positivamente…Pois pelo que nos parece há DIGNIDADE; tanto no Presidente do STF,empossado ontem,Ministro Joaquim”Rui”Barbosa quanto no Procurador Geral Da República,Dr.Paulo Rangel…Que Deus Lhe Abençôe.Joka Klein.

  44. Gabrielaem 23 nov 2012 �s 12:01

    Olá pessoal,

    eu estou assim, é porque a gente vê tanto trabalho da Dra. Carolina e sua equipe, mais a Graziela que sempre está correndo atrás.

    Quando se vê, essas autoridades ficam empurrando de um para outro resolver e ninguém resolve NADA.

    Abraços

    Gabriela

  45. Reismannem 23 nov 2012 �s 12:53

    EXMO SR.PRESIDENTE DA SUPREMA CORTE DO BRASIL

    INICIALMENTE PARABENIZO SUA EXCELENCIA PELA PRESIDENCIA DA SUPREMA CORTE BRASIL.

    ACOMPANHANDO O SEU BRILHANTE DISCURSO DE POSSE PROPONHO QUE SUA EXCELENCIA SEM FIRULAS RATIFIQUE O COMPROMISSO DESSA CORTE EM APOIAR A DECISAO DO EXMO SR JUIZ JAMIL DA 14 VARA QUE CONCEDEU A ANTECIPACAO DE TUTELA NO PROCESSO DO AERUS.
    O STF GARANTIU ANTERIORMENTE QUE RATIFICARIA A DECISAO DA 14 VARA ONDE SE ENCONTRA O PROCESSO.

    MEU NOME E MICHAEL REISMANN,BENEFICIARIO DO INSTITUTO AERUS.

    RENOVO OS MEUS MAIS SINCEROS VOTOS DE SUCESSO NA PRESIDENCIA DO STF

    MICHAEL REISMANN

  46. PAULO LUCIANIem 23 nov 2012 �s 14:01

    PORQUE NAO SE PROGRAMA UMA IDA A BRASILIA, COM OS LIDERES SINDICAIS, LIDERES DO SENADA QUE SEMPRE NOS ACOMPANHARAM PARA LEVARMOS AS CRUZES DOS 700 QUE JA SE FORAM SEM TER UMA SOLUÇÃO PARA O NOSSO CASO. IR EM FRENTE AO STF OU NA RESIDENCIA DA PRESIDENTE DILMA, PARA DEREPENDE ELA CONSIGA NOS VER, FALAR O MINISTRO JOAQUIM BARBOSA, MAS TEMOS QUE LEVAR OS SENADORES JUNTOS , OS QUE APOIAN NOSSA CAUSA, QUEM SABE CONSEGUIREMOS NOS MOSTRA. GRANDE ABRAÇOS A TODOS E BOAS FESTA.

  47. José Paulo de Resendeem 23 nov 2012 �s 15:42

    Lutar sempre e não desistir jamais da Luta. Vamos em frente e continuar a lutar por Justiça para todos nós aposentados e pensionistas do Fundo de Pensão AERUS VARIG E TRANSBRASIL
    Peço licença a todos para postar a carta que enviei ontém para o Exmo. Ministro Joaquim Barbosa através Site do Supremo Tribunal Federal.

    Data: 22 de novembro de 2012 19:32
    Assunto: Central do Cidadão – Confirmação de Envio do Relato Nº 142291
    Para:
    Prezado (a) Senhor (a) JOSÉ PAULO DE RESENDE,

    Sua Mensagem foi recebida pela Central do Cidadão e registrada sob o nº: 142291.

    Mensagem: Exmo. Presidente do STF. Exmo. Ministro Joaquim Barbosa. Hoje vossa Excia. tomou posse como Presidente da Suprema Corte do País. Meus Parabéns Exmo. Ministro Joaquim Barbosa que vosso mandato como Presidente do Supremo Tribunal Federal seja repleto de grandes realizações. Realizações esta que serão benéficas para o Brasil tenho certeza disto. Na vossa posse hoje como Presidente do Supremo Tribuna Federal Vsa. Excia disse: “A noção de justiça é indissociável da noção de igualdade. Quando se associam justiça e igualdade, emerge o cidadão”, disse o presidente empossado do STF, ministro Joaquim Barbosa. Nós, aposentados e pensionistas do Fundo de Pensão AERUS precisamos que a Justiça seja feita para nós Exmo. Ministro Joaquim Barbosa. Infelizmente depois de termos conseguido uma Decisão Judicial a nosso favor em 13 de julho de 2012 pelo Juiz da 14ª Vara Federal, Exmo. Juiz Jamil Rosa de Jesus Oliveira, a mesma sofreu recursos e mais recursos impostos pela Advocacia Geral da União que estamos desnorteados e perplexos com isto. Vsa. Exci a. em 2010, quando do Julgamento no Plenário do Supremo da Antecipação de Tutela ( SL 127 ), votou a favor da mesma contudo que este Processo fosse julgado em 2ª Instância e não em Primeira Instância como ficou decidido neste julgamento. Como o Exmo. Desembargador Moreira Alves caçou a Decisão do Exmo. Juiz Jamil Rosa de Jesus Oliveira, nós estamos mais uma vez voltando ao início de tudo. Já se passaram mais de 6 anos e 6 longos meses que os aposentados e pensionistas do Fundo de Pensão AERUS passam por sérias dificuldades fiinanceiras e por situações difícies para não dizer desesperadoras. Em vossas mãos, Exmo. Ministro Joaquim Barbosa, poderá sair uma decisão a favor de todos nós ainda este ano. Vossa Excia. poderá reconsiderar o vosso voto dado em 2010 e agora poderá fazer Justiça a este enorme grupo de brasileiros e brasileiras que tanto precisam que a Justiça seja feita. Vossa Excia. poderá enviabilizar a decisão tomada monocraticamente pelo Exmo. Desembargador Moreira Alves e então com o vosso novo voto a favor de todos nós poderemos ter a Antecipação de Tutela novamente válida e que poderá nos tirar deste longos anos de sacrifício e muito sofrimento. Por isto peço para Vsa. Excia que a Justiça seja feita para todos os aposentados e pensionistas do Fundo de Pensão AERUS. Que o nosso Natal de 2012 seja repleto de alegrias e que possamos comemorar o Renascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo assim como comemorar o nosso próprio Renascimento Exmo. Ministro Joaquim Barbosa. Queremos ter de volta os nossos benefícios completos. Pagamos por vários e vários anos, quando trabalhavamos, para termos uma aposentadoria digna e justa, mas infelizmente nestes úlitmos 6 longos anos e 6 meses só temos uma aposentadoria indigna. Que a Justiça Exmo. MInistro Joaquim Barbosa seja feita para todos nós, brasileiros e brasileiras que trabalhamos honestamente para a Grandeza do Brasil. Em vossas mãos está a decisão de reverter a decisão monocrática dada pelo Exm o. Desembargador Moreira Alves. Que o vosso Coração esteja de comum acordo com a vossa razão. Vote em favor de todos nós Exmo. Ministro Joaquim Barbosa! Que vosso mandato como Presidente do Supremo Tribunal Federal seja grandioso e de grandes realizações em favor do Povo Brasileiro. Parabéns pela vossa posse hoje Exmo. Ministro Joaquim Barbosa! E um ato a nosso favor feito por Vossa Excia poderá mudar o grave quadro em que todos nós nos encontramos. Faça apenas Justiça, como dito por Vossa Excia. em vossa posse, para todos os aposentados e pensionistas do Aerus.

  48. PAIZOTEem 23 nov 2012 �s 18:20

    DESCULPEM A INDIGNAÇÃO , MAS É DOSE!
    O PROCURADOR EMITE PARECER DIZENDO QUE O JUIZ TEM QUE PERGUNTAR À UNIÃO O QUE ACHA?
    PARECER!!!???

  49. Gabrielaem 24 nov 2012 �s 06:27

    Olá pessoal,

    Hoje me sinto melhor, me lembrei de uma expressão antiga

    ” PAZ E AMOR, BICHO ”

    Bom final de semana

    Abraços

    Gabriela

  50. caetanoem 24 nov 2012 �s 08:26

    José Carlos Bolognese
    Para não pagar – antes, devolver – o que os ex-trabalhadores e aposentados da Varig têm direito para continuar vivendo, muitas desculpas vêm sendo apresentadas ao longo de quase sete anos. Nenhuma delas se sustenta, pois não se pode desmentir o fato concreto de que assinamos um contrato com o Aerus e a Varig e que o padrinho desse casamento foi o governo. Muito menos se pode ignorar o fato de que em caixas e gavetas pelo país afora, os aposentados e demitidos em sua maioria guardam documentos como os contracheques, por exemplo, provando que pagaram duplamente para se aposentar com dignidade. Primeiro à previdência oficial que arrecada sempre mais do que devolve, num sistema de torniquete que aperta o pescoço do aposentado a cada ano que passa… só para ver se esse chato morre logo. E depois, quando o trabalhador que se esforçou e mereceu um salário maior e não é perito em finanças, volta a contribuir para livrar-se daquele fantasma de quatro letras (INSS), e adere a uma previdência privada.
    Como nada é igual mesmo quando tudo é muito ruim, a pior desculpa para não pagar os ex-trabalhadores da aviação comercial lesados por um calote infame, é a de que isto causaria um dano de difícil reparo às finanças da União. Antes de jogar um fardo destes no lombo de trabalhadores, é preciso que primeiro o governo reconheça que o pior gastador, o maior perdulário com as finanças públicas é ele mesmo, o governo. E não adianta partir para a impessoalidade, alegando que são gastos do estado e coisa e tal, porque o povo sabe que por trás de cargos, existem pessoas, nomes e interesses.
    Um dos inacreditáveis 39 ministérios do governo atual, durante a gestão de um ministro de um certo estado, destinou 80% do orçamento para seu estado natal. Outro, de outro estado – que lhe sucedeu aplicou por sua vez, 90% do orçamento do ministério para seu estado. Ora, se um ministério é federal, sua responsabilidade e recursos são para todos os estados. Aí sim está uma prova de grave dano às finanças da União, assim como o número exagerado de ministérios. Mas como o brasileiro é super criativo, principalmente com o dinheiro dos outros, como a jabuticaba que só dá por aqui, somos campeões em inventar cargos para acomodar “funcionários” quando o certo seria preencher uma vaga onde haja trabalho de verdade a ser feito para o país, já que o pagante obrigatório deste trabalho é o contribuinte.
    Estas, entre muitas outras, são irresponsabilidades palpáveis, de fácil percepção para quem não tem preguiça de pensar e não se pauta pelo jornalismo “companheiro” que esqueceu até a arte de fazer perguntas pontuais que levem à verdade, preferindo fazer o papel de “escada”, colocando já a resposta junto com a pergunta, para que o elemento do governo nunca fique numa saia justa.
    Nunca antes… nem depois se fez perder tantos valores não só monetários neste país…
    Continue lendo »»
    Publicado por JP às 10:25 1 comentários Links para esta

  51. Maiaem 24 nov 2012 �s 09:40

    Senhores Afonso e José Pereira: uma pessoa que não sabe diferenciar Constituição e Lei Federal deveria se abster de dar opiniões jurídicas, sob pena de causar imenso constrangimento a quem as lê.

  52. João Kleinem 24 nov 2012 �s 09:53

    Prezados Drs…Nossos defensores…Postei ontem no Blog,mas acho que fui censurado???(mas só falei de “flores???”).Neste nosso país negocia-se tudo…Pasmem “até o cumprimento da lei”,nossos juízes,questionam sentenças de outros magistrados,sem a menor ética ou coerência,sem haver um mínimo de ajuste no Poder,sem regras,cada qual emite o parecer que lhe vai à cabeça naquele momento…Não é cobrada nenhuma proeficiência destes trabalhadores,dá a nítida impressão que cada um faz o que quer… e nós, os “suditos”pagamos a tudo isso,e não pagamos pouco(Impostos…em tudo há imposto de uma ou de outra forma).Somos os eternos perdedores,(nós os cidadãos),enganados,sujeitos à lei.E o pior,os Conselhos Nacionais de Justiça,são criticados por suas investigações e manobram para que se restrinjam o poder investigativo dos mesmos. Alguem dá uma sentença outro revoga tudo o que foi escrito…Somos órfãos da lei…Do cumprimento da lei…Nós temos quando muito 1 mes de férias,estes tem “recessos”…Até o imposto dos últimos 5 anos dos décimos quarto e quinto salários,dos senadores vamos pagar,entre tantas outras coisas mais…Que maravilha!!!Isto é o Brasil…Da Copa…Da Saúde Pública…da Segurança do cidadão.e do turista…A União está nos passando a perna(falo do Aerus,em particular)nos garantiram uma coisa,no passado,para que aderissímos a um plano privado de pensão,pois reconheciam que a previdência oficial(não a do setor público,esta sempre foi muito bem,obrigado…)não era capaz de dar dignidade aos aposentados,nos convenceram a aderir,dando a credibilidade da fiscalização,da defesa de nossos direitos…E agora o que vemos,estão nos descartando,nos eliminando pouco a pouco…Obrigado pela oportunidade.joka klein

  53. luiz fernando taianiem 24 nov 2012 �s 13:23

    E agora como fica se dentro da AGU tambem tem corrupção e ai o que vai dizer as autoridades envolvidas e o nosso processo com fica diante de tantas coisas acontecendo nos so estamos querendo o que nos pertence sera que é nos que estamos sendo culpados pelo risco sistemico nas finanças do governo ou tem mais pessoas envolvidas meu DEUS a que ponto chegamos neste pais peço a todos que leiam as noticias dos jornais Taiani

  54. carlos irmãoem 24 nov 2012 �s 15:46

    Dra. Carolina,
    seremos eternamente gratos por sua dedicação e de todo o pessoal do seu escritório em favor de nossa causa. Vc tem o DNA do Dr. Maia. Obrigado pela tenacidade e ação.
    Por outro lado, como fico constrangindo com o noticiário da Operação
    Porto Seguro desencadeada pela Polícia Federal que envolve uma série de servidores envolvidos em corrupção e lembro-me do despacho do desembargador que embargou nossa antecipação de tutela com o teor do seu despacho: há risco de grave dano ou dano de difícil reparação para a União.”"…………
    Meu coração fica muito apertado com tudo isso…

  55. neliete maria souza da fonsecaem 24 nov 2012 �s 19:17

    Tem que ter uma soluçao ! nao e possivel !

  56. PCKem 26 nov 2012 �s 11:23

    Joka e Carlos Irmão

    Meus caros

    Nós, mais antigos na VARIG fomos convencidos a aderir ao AERUS mas a maior parte dos colegas foi OBRIGADA a participar e descontar para TER EMPREGO.
    Sempre desconfiei destes fundos e hoje tenho convicção firmada sobre a natureza fraudulenta desta previdencia, tanto privada quanto oficial.
    Não vou entrar em detalhes sobre isto pois cada um pode constatar por dolorosa experiencia própria.

    Esta Operação Porto Seguro já trouxe a tona que um dos investigados importantes, membro do alto escalão da AGU (Advocacia-Geral da União), foi nomeado para o conselho deliberativo do recém-criado fundo que irá gerir a aposentadoria complementar dos funcionários públicos. Portanto o novo Fundo começou “muito bem”.

    Já viram o futuro… risco de grave dano ou dano de difícil reparação para a União mas principalmente para as futuras vitimas, tipo nós do AERUS, deste novo fundo promovido pelo govêrno.

    Isto aí.

    abraços, paz e saude

  57. Maria Alves do Nascimentoem 02 fev 2013 �s 23:09

    João Sobreira

    Sei da dor que hora sentes, esta dor por tantas elas passei, angústias, segundo, minutos, horas e anos – TEMPO.
    O tempo de vida não vivido, o presente aos fihos, mulher, marido e amigos nunca dado. E na nossa frente “Os ponteiros” do relógio traiçoeiros…São vidas que morrem.
    Por estte motivo meu cara é preciso fazer algo…Os governantes parecem – Alice no País das Maravilhas.
    E vencemos batalhas ao longo do tempo como se ainda estivéssemos no tempo das caravelas.
    E quando vencidas e pagos os nossos direitos garantidos por LEI – como bons Brasileiros agradecemos e passamos uma borracha e num passo de mágica esquecemos tudo e é Carnaval…
    Não sei o que fazer, mas sei o que não quero mais – a incerteza – a Justiça lenta e não cumprida pelas autoridades.
    Um Planlto Central longe e interditado para que meu Povo não tenha acesso.
    Nem tantos anos assim, meu pai que amava a criação de Brasíliia que ligaria todo País, tinha em seus projetos a Ferrovia que funcionava indo do Rio atravessando São Paulo,cortando as Minas Gerais, chegado a Brasília e seguindo para Cuiabá.
    Ele dissia vira aviões, vagões muito mais rápido como o projeto de Paris, além das hidrovias – seus olhos brilhavam – e completava: Nossa Nação será uma só.

Trackback URI | Comments RSS

Deixe uma mensagem.